Como prevenir a sarcopenia em Idosos
Sex, 09 de Setembro de 2016 19:52

Como prevenir a sarcopenia em Idosos

A sarcopenia é um processo natural do envelhecimento caracterizado pela redução da massa e força muscular.

O idoso sofre uma situação conhecida como “anorexia do envelhecimento” que ocasiona a diminuição de massa magra, do gasto energético e da atividade física.

Fatores que levam à anorexia do envelhecimento são:

  • a redução do apetite pela perda de olfato,
  • a redução do paladar e saliva prejudicando a mastigação e deglutição, também pela falta de dentes ou próteses inadequadas,
  • a redução da visão dificultando a compra e preparo dos alimentos,
  • o trânsito intestinal mais lento devido à perda de força muscular, levando á constipação, inflamação do estômago, crescimento bacteriano anormal, prejudicando a digestão e absorção dos nutrientes, gerando dor e, consequentemente,  a recusa alimentar,
  • a diminuição do poder aquisitivo combinada com o aumento de gastos com medicamentos de uso contínuo, gerando menor consumo de alimentos e aumento de efeitos colaterais prejudiciais á saúde,
  • a depressão causada pelo isolamento familiar e social e pelas perdas de pessoas que lhe são queridas,
  • as mudanças de funções orgânicas como a redução de hormônios sexuais, disfunção mitocondrial, perda de neurônios motores e resistência à insulina, ocasionam redução na absorção de nutrientes e aumento do sedentarismo.

Quando o idoso é hospitalizado por qualquer razão, esta perda muscular se potencializa.

O cuidado nutricional com este paciente é fundamental para prevenir e tratar a anorexia do envelhecimento.

Não podemos esquecer que o idoso consome um volume pequeno de alimentos, dificultando a oferta energética e protéica.

Nesta situação, o nutricionista deve utilizar dois aliados importantes: o Whey protein e a vitamina D.

Estudos já realizados com homens e mulheres demonstram que a ingestão de Whey Protein (proteína do soro do leite) como suplemento com exercícios de resistência, beneficiam a manutenção da composição corporal. Este suplemento é rapidamente digerível e constitui uma das melhores fontes de aminoácidos de cadeia ramificada: o BCAA.

O BCAA deve ser usado por duas razões:

  • os aminoácidos que compões o BCAA (leucina, isoleucina e valina) estão envolvidos na síntese da serotonina no cérebro, atuando na redução da saciedade e estimulando o apetite.
  • têm ação anti-catabólica, estimulando a produção de proteínas e inibindo a proteólise (quebra de proteínas).

A vitamina D é uma vitamina com função antioxidante e transportadora de cálcio para dentro dos ossos e dentes. Encontrada no leite e seus derivados, gema de ovo, alguns peixes como o salmão, a sardinha e o atum e no fígado bovino.

Fundamental considerar que a nutrição deve estar associada com a atividade física. Se for feita ao ar livre, melhor ainda.

Em casa, com a família, ou numa instituição de longa permanência para idosos, é importante que o indivíduo caminhe, movimente-se e se sinta ativo. Pode ser secando louça, varrendo as folhas do chão ou indo à banca de jornal.

O receio de todos que rodeiam o idoso de que se machuque, acaba limitando-o. Causando, tanto prejuízos físicos, como a sarcopenia, como prejuízos mentais que tratarei num próximo post.

Enfim, a prevenção da sarcopenia em idosos envolve vários aspectos que vão além da nutrição!


Nutricionista Andréia Carrara - Nutrição Clínica e Nutrição Esportiva